Lages segue para a final do Futsal feminino

O futsal feminino de Lages, que realizou uma campanha invicta nos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), vai disputar o título de campeão 2015 com Balneário Camboriú, que também venceu todas as partidas disputadas até agora. A final acontece nesta sexta-feira (18), às 12h, no Ginásio Municipal de Erval Velho. Antes disso, às 10h30, Tubarão e Piratuba entram em quadra para definir o 3o e 4o lugar.

No primeiro jogo de semifinal, na manhã desta quinta-feira (17), o confronto foi entre Piratuba e Balneário Camboriú. “As adversárias não apenas defendem, como atacam bem. Além disso, elas têm um contra-ataque perigoso. Mesmo assim, nossa equipe soube aproveitar bem as oportunidades”, avaliou o técnico Leandro Aguiar sobre o resultado de 3 a 0, gols de Thalia Alves e Valdinéia Gomes.

Na sequência, Lages, que já tinha vencido Tubarão na etapa classificatória por 9 a 0, obteve nova vitória, desta vez por 4 a 1. A capitã da equipe lageana, Greice Behm, abriu o placar no primeiro tempo. O empate só veio no segundo período, com gol de Ariele Pires. Faltando pouco mais de dois minutos para encerrar o tempo regular, a ala Jéssica Sant'Anna marcou o segundo para Lages, desestabilizando as adversárias. Com o revés, Tubarão arriscou com a goleira-linha, mas Lages tirou vantagem: a pivô Fernanda Fernadez fez o terceiro e vinte segundos depois Bruna Scaraboto chutou para o gol desprotegido e marcou o quarto ponto.

Esta foi a primeira vez que o futsal feminino de Lages disputou uma semifinal nos Jasc, o que aumentou a pressão sobre as jogadoras. “Foi um jogo difícil e bem emocional, mas conseguimos chegar a final dos Jasc e ainda garantir uma vaga na divisão especial”, destacou o técnico da equipe, Eder Popiolski, ex-técnico da Seleção Brasileira de Futsal Feminino.

Além do trabalho de preparação para os Jasc, para a capitã do time de Lages a folga de um dia entre os dois últimos jogos ajudou no desempenho do grupo. “Tivemos tempo para descansar e com isso mais resistência física para suportar o calor”, comentou Greice.

As disputas da modalidade começaram na quinta-feira (11), com a participação de dez equipes na primeira divisão. Na chave A jogaram Balneário Camboriú, Dionísio Cerqueira, Caçador e Santo Amaro da Imperatriz e na chave B duelaram Tubarão, Lages, Rio Negrinho, Mondaí e Piratuba.

Com 4,6 mil atletas de 78 municípios catarinenses, a 55ª edição dos Jasc é realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte e da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).


Esta foi a primeira vez que o futsal feminino de Lages disputou uma semifinal nos Jasc, o que aumentou a pressão sobre as jogadoras. “Foi um jogo difícil e bem emocional, mas conseguimos chegar a final dos Jasc e ainda garantir uma vaga na divisão especial”, destacou o técnico da equipe, Eder Popiolski, ex-técnico da Seleção Brasileira de Futsal Feminino.


Além do trabalho de preparação para os Jasc, para a capitã do time de Lages a folga de um dia entre os dois últimos jogos ajudou no desempenho do grupo. “Tivemos tempo para descansar e com isso mais resistência física para suportar o calor”, comentou Greice.


As disputas da modalidade começaram na quinta-feira (11), com a participação de dez equipes na primeira divisão. Na chave A jogaram Balneário Camboriú, Dionísio Cerqueira, Caçador e Santo Amaro da Imperatriz e na chave B duelaram Tubarão, Lages, Rio Negrinho, Mondaí e Piratuba.


Com 4,6 mil atletas de 78 municípios catarinenses, a 55ª edição dos Jasc é realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte e da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

" data-media="https://data.uniplaclages.edu.br/noticias/5486.jpg'>
Fone: 55 49 32511022
Av. Castelo Branco, nº170, Bairro Universitário - Lages - SC - Brasil
© 2019 - Universidade do Planalto Catarinense, desenvolvido por: Núcleo de Informática