Grupos de Pesquisa

1. Estudos descoloniais: crítica ao eurocentrismo das práticas escolarizadas e de produção de conhecimentos na Pós-graduação

Líder: Prof. Dra. Ana Maria Netto Machado

Repercussões

Formalizado após o I Congresso Internacional "penso onde sou": conhecimentos pertinentes para a Educação na América Latina (PPGE/UNIPLAC: 10/2016). Um conjunto de pesquisas desenvolvidas desde 2000 abordou a crítica ao produtivismo acadêmico instalado na PG brasileira, passando por temáticas como escrita, autoria, orientação (teses e dissertações), cultura da PG, qualidade da formação, diversidade de modelos universitários, impacto dos resultados das pesquisas na sociedade, protagonismo dos egressos nas mudanças sociais. Pesquisadores e orientados tiveram denominador comum: processos de inclusão social pertinentes a cada temática, no contexto de universidade comunitária emergente, do interior. Recentemente, grupo de estudos PENSAMENTO DESCOLONIAL (perspectiva desenvolvida na América Latina) levou a revisitar os objetos de investigação, sob essa perspectiva. Da crítica ao universalismo europeu, sentimo-nos convocados a um trabalho de descolonização epistêmica e subjetiva.

Linhas de pesquisa:

  • Diálogos interculturais: entre conhecimentos científicos e tradicionais
  • Epistemologias do Sul
  • Processos formativos na América Latina

dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/9936672837398170


2. Gênero, Educação e Cidadania na América Latina: aproximações e desafios – GECAL/América do Sul

Líder: Profa. Dra. Mareli Eliane Graupe

Justificativa

O grupo de Pesquisa GECAL é relevante porque reúne pesquisador@s de diferentes países e Instituições de Ensino Superior na América do Sul em torno das temáticas  Educação, Estudos de Gênero e Cidadania. Esse grupo possui como finalidade aumentar o impacto de suas pesquisas e com isso maior repercussão internacional e relevância nacional e local, atendendo as demandas de nossa sociedade. Com a realização de nossas pesquisas buscaremos articular o tripé Pesquisa, Ensino e Extensão na perspectiva da construção de uma universidade comprometida com a qualidade e com a luta contra as injustiças sociais na nossa sociedade.

O GECAL apresenta um caráter inter e transdisciplinar, proporcionando aos integrantes das linhas de pesquisa a capacidade de gerar conhecimentos de fronteira, com destaque a temas relevantes da atualidade, que permitam associar pesquisador@s com diferentes competências em propostas bem definidas e focadas, e levando em conta as atividades científicas que podem ser geradas como fruto dessa associação: publicações em revistas científicas, livros, formação de novas equipes, de recursos humanos nas próprias instituições envolvidas e geração de  conhecimentos fundamentais  para políticas públicas no campo da educação.

Linhas de Pesquisa

  • Educação, Gênero, Diversidade e Movimentos Sociais
  • Estudos Epistemológicos em Política Públicas: Gênero e Educação
  • Gênero, História e Cidadania
  • Gênero, Diversidade e Sexualidade no Campo da Educação

dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/0019510862452049


3. Grupo De Pesquisa Em Educação E Desenvolvimento Territorial: Políticas e Práticas – GEDETER

Líder: Prof. Dr. Geraldo Augusto Locks

Justificativa

A relevância deste Grupo de Estudos em Educação e Desenvolvimento Territorial: políticas e práticas (GEDETER) reside no fato de reunir pesquisadores voltados para o desenvolvimento territorial. Ao articular ensino, pesquisa e extensão este Grupo contribui para a efetivação de uma Universidade socialmente relevante no cumprimento de sua identidade enquanto Instituição de Ensino Superior (IES). A proposição é de que o Grupo tenha um caráter inter e transdisciplinar, proporcionando aos integrantes das linhas de pesquisas a capacidade de gerar conhecimentos de fronteira, com destaque para temas relevantes e relacionados com políticas públicas e práticas educacionais voltadas à construção de processos socioculturais emancipatórios.

Linha de Pesquisa: 

  • Educação do Campo: políticas e práticas
  • Linha de Pesquisa 2: Educação e Economia Solidária
  • Linha de Pesquisa 3: Educação, Diversidade e Desenvolvimento Territorial

dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/1950107583281819


4. Grupo Regional de Estudos e Pesquisas em Educação Básica: processos e práticas educativas - GEPEB

Líder: Prof. Dr. Geraldo Antônio da Rosa

dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/2662779400266900


5. Grupo de Estudos e Pesquisas em Ambiente, Educação e Saúde - GEPES AMBIENS

Líder: Profa. Dra. Lucia Ceccato de Lima

Repercussões

O  Grupo Estadual de Estudos e Pesquisas em Ambiente, Educação e Saneamento - GEPES AMBIENS, objetiva pesquisar as relações do ser humano com o ambiente, tendo como espaço mediador a educação ambiental na perspectiva da melhoria da qualidade de vida em áreas de abrangência do Aquífero Guarani/ Serra Geral. O Grupo se propõe a discutir temas relacionados às Políticas Públicas, Ambientalização das Instituições e Gestão ambiental como fundamentos para a formação humana e consequente transformação social.

Trata-se de um espaço de formação que apresenta discussões consistentes por meio de produções científicas e dez dissertações de mestrado defendidas e sete em andamento nas diferentes linhas de pesquisas propostas pelo Grupo. Essa produção repercute em produções de artigos, capítulos de livros, participação e apresentação de trabalhos em eventos científicos. Atualmente articula-se a seis projetos de pesquisa, sendo dois financiados pelo CNPQ e um pela FAPESC e três pela UNIPLAC.

Linhas de Pesquisa

  • Educação Ambiental e Ambientalização das Instituições
  • Epistemologia, Ensino Superior e Formação Humana
  • Meio Ambiente e Sustentabilidade em Área de Abrangência do Aquífero Guarani/Serra Geral
  • Políticas Públicas, Gestão Ambiental e Desenvolvimento Territorial

dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/8370106266708352


6. Grupo De Estudos E Pesquisa Em Educação, Saúde E Qualidade De Vida – GEPESVIDA

Líder: Profa. Dra. Marina Patrício de Arruda

A proposta desse grupo de pesquisa é construir um espaço para a articulação de saberes e exercício do pensamento plural envolvendo as áreas de educação e saúde. Trata-se de um grupo consolidado, de natureza interdisciplinar e transdisciplinar, integrado por professores/pesquisadores, mestrandos e egressos dos Cursos de Mestrado em Educação (PPGE)  e Ambiente e Saúde(PPGAS), além dos alunos de diferentes cursos de graduação. O grupo se estrutura a partir da vinculação ensino-pesquisa-extensão e visa contribuir com a formação do educador no sentido de promover reflexões sobre temas da complexidade, na perspectiva do resgate do sujeito de inteireza.  Assume o compromisso de estimular a reflexão considerando que “a amorosidade no convívio provoca e possibilita a transformação social”(MATURANA, 1998). A importância do trabalho do grupo pode ser avaliada pela publicação expressiva de artigos científicos em revistas da área, livros e capítulos de livros, além de grande número de resumos de comunicações em congressos nacionais e internacionais. Desde a sua estruturação, o grupo se preocupou com a “Inteireza do ser” (PORTAL, 2007, p 290) buscando um estudo mais aprofundado da abordagem integral do ser humano – sua inteireza. Dessa forma, tem procurado oferecer extensões, cursos de curta duração, oficinas de Educação Permanente e Continuada no campo da Educação e Saúde. A perspectiva do pensamento complexo (MORIN, 2000) conduz à compreensão do viver de modo mais ético, solidário, mais feliz e com qualidade.

Linhas:

  • Educação ambiental      
  • Educação e desenvolvimento territorial sustentável     
  • Processos formativos em Educação e Saúde       

dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/9676242280896489


7. Grupo de Estudos e Pesquisas História, Sociedade e Educação da Serra Catarinense HISTEDBR - SERRA CATARINENSE

Líder: Profa. Dra. Carmen Lúcia Fornari Diez

Repercussões

Em abril de 2011, pesquisadores e mestrandos que compõem o Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Educação (PPGE) - Mestrado Acadêmico em Educação da Universidade do Planalto Catarinense (UNIPLAC), da cidade de Lages (SC) instituíram o Grupo de Estudos e Pesquisas "História, Sociedade e Educação da Serra Catarinense" - HISTEDBR-SERRA CATARINENSE, ligado ao GT HISTEDBR NACIONAL, que tem sede na UNICAMP, em Campinas, para que fosse possível estreitar os laços de integração institucional. A organização, oficialização institucional, certificação e credenciamento do grupo no Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq aconteceu ainda em 2011, quando iniciou sua gradativa estruturação. O GT apoia iniciativas para a formação de banco de dados das unidades escolares da Região Serrana, para a criação de centros de memória, museus escolares e para a reconstrução das histórias das instituições escolares de educação formal e de instituições de educação não formal. É um núcleo de pesquisa, ligado ao GT nacional na UNICAMP e articulado aos GTs regionais e estaduais, com o que está envolvido permanentemente na elaboração da Revista Histedbr on-line, na edição de coletâneas, na realização de seminários nacionais e jornadas regionais, e participa de projetos interinstitucionais. O HISTEDBR-SERRA CATARINENSE vem articulando a pesquisa na pós-graduação e sua integração com a iniciação científica nos cursos de graduação, promovendo impactos junto os sistemas municipais e estadual de ensino, semeando o acesso de projetos de pesquisadores às agências de fomento, inserindo a cultura da pesquisa nos meios acadêmicos e nas instituições de educação formal e não formal, e desenvolvendo pesquisas junto às redes escolares públicas da região.

Linhas de pesquisa:

  • Estudos Temáticos e História Regional da Educação
  • Historiografia e questões teórico-metodológicas da história da educação
  • História das Instituições Escolares no Planalto Catarinense
  • História das Políticas Educacionais no Brasil e em Santa Catarina

dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/0299373490355113


8. Inclusões curriculares: atores sociais e áreas do conhecimento na escola e formação de professores

Líder: Profa. Dra. Lurdes Caron

Tem por objetivo dar condições de continuidade nas investigações relacionadas a inclusões curriculares de diferentes atores sociais envolvidos com a Educação, sobretudo com a Educação Especial, a Educação Musical, o Ensino Religioso, Educação em Artes Visuais e Formação de Professores, agregando-os em um projeto comum e, ao mesmo tempo, diversificado. O projeto envolve áreas do conhecimento trabalhado na escola. Participam dele: pós-graduandos, mestrandos e egressos, que de uma forma ou outra, estão vinculados à pós-graduação - mestrado em educação, a cursos de graduação em musica, artes visuais, educação especial, ciências da religião ¿ habilitação em ensino religioso, pedagogia e outros, das ciências humanas da Universidade do Planalto Catarinense e egressos da graduação em educação especial e do mestrado em educação. Nesse conjunto de inclusões curriculares, tendo em vista as exigências da contemporaneidade no campo educacional, emerge exigências quanto a formação de professores.

Linha de pesquisa:

  • Políticas e Processos Formativos em Educação

dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/4366225049230268


9. Laboratório de escritas e autorias: travessias entre subjetividade, senso comum e cultura acadêmico-científica

Líder: Profa. Dra Ana Maria Netto Machado

Repercussões

Promovemos I Intercâmbio do GP (UNIPLAC/Lages/SC), reunindo seus membros em torno das temáticas que os congregam: escrita, autoria, leitura (elementos da cultura acadêmico-científica). Nov 2014: realizaremos o II Intercâmbio do GP na UNEB/Coité/BA. O desafio posto pela democratização do acesso à Educação Superior é trabalhar com perfil do trabalhador-estudante, de escasso capital cultural, sem habitus de leitura e escrita, nem tempo para estudar. Sua inclusão vem corrigir forte elitismo que vigorou no Brasil desde a colonização, mas, traz como conseqüência diminuição da excelência praticada com elite de estudantes, selecionados por rigorosos critérios meritocráticos. Docentes despreparados para trabalhar com este estudante julgam-no inadequado, responsável pela queda da saudosa qualidade. O estudante mudou e os clássicos métodos baseados em modelos importados fracassam. O GP processa aproximação com o GP internacional liderado por Paula Carlino (Argentina-CONICET).

Linhas de pesquisa

  • Cultura digital e construção de conhecimentos
  • Escritas e autorias
  • Leitura, interpretação, argumentação

dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/8549955430573375


10. Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Ensino de Filosofia e Educação Filosófica - NESEF – Regional Planalto Catarinense

Líder: Profa. Dra. Vanice dos Santos

Repercussões:

O Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre o Ensino de Filosofia (NESEF) foi criado em 1999 por iniciativa de professores e estudantes de Licenciatura em Filosofia da UFPR e professores de Filosofia da rede pública paranaense. Foi institucionalizado pela Portaria N° 031/02 - ED, em 05/12/02, expedida pelo Conselho Setorial de Educação da UFPR. Em outubro de 2009 o grupo foi certificado pela UFPR e registrado/credenciado no CNPq. Os estudos e pesquisas versam sobre a educação filosófica e também sobre o ensino de filosofia. Parte dos resultados das pesquisas foram publicizados em forma de artigos e estão disponíveis em: www.nesef.ufpr.br. Além disso, os livros "Textos filosóficos em discussão", "Discutindo textos filosóficos" e "Textos clássicos de Filosofia" foram publicados com trabalhos produzidos a partir das discussões do Grupo. O grupo de pesquisa NESEF – Regional Planalto Catarinense foi criado na Uniplac e certificado junto ao CNPq no ano 2011. O grupo, estando na área de confluência da filosofia e educação, dedica-se a estudar fundamentos da educação. Em andamento a pesquisa "Conflitos sociais e forças morais: educação para a convivência solidária"

Linhas de pesquisa:

  • Educação Filosófica
  • Ensino de Filosofia

dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/2277655306193297

 


11. Rede de Egressos e Formação Continuada: conhecimentos para transformação social

Líder: Profa. Dra. Maria Selma Grosch

Repercussões:

Em 2012 promovemos na UNIPLAC o I Seminário "Conhecimento para transformação social: o papel dos egressos do stricto sensu", com convidados nacionais e internacionais, chamada de trabalhos e publicação de Anais do evento. O seminário discutiu a necessidade de maior conexão entre o mundo acadêmico-científico e setores da sociedade (mundo do trabalho). Partiu-se da crítica ao produtivismo acadêmico que hipervaloriza as publicações (sobretudo internacionais) e pouco observa se Mestres e Doutores estão conseguindo empregar os resultados de suas pesquisas no seu posto laboral, para promover melhorias nos diferentes segmentos da sociedade. Iniciamos em 2012 o projeto de pesquisa OVEGRESSOS - Observatório do egresso da Pós-graduação - mapeando Mestres e Doutores titulados em SC (Financ.: FAPESC). Em 2013 desenvolvemos o projeto de extensão FORMAÇÃO E PESQUISA ENTRE PARES PESQUISADORES que procurou fortalecer a interação de egressos da região, promovendo aproximações e parecerias.

Linhas de pesquisa:

  • Estudos, práticas e projetos transdisciplinares transformadores
  • Itinerâncias, mobilidade & inserção social
  • Reconhecimento e recuperação de memórias coletivas

 dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/0120212155879766


Fone: (49) 3251-1000
E-MAIL: stricto@uniplaclages.edu.br
COORDENAÇÃO: Dra. Vanice dos Santos
Fone: 55 49 32511022
Av. Castelo Branco, nº170, Bairro Universitário - Lages - SC - Brasil
© 2017 - Universidade do Planalto Catarinense, desenvolvido por: Al-Wi Tecnologia